Sabores incríveis do Ti’Ascenção, na Graça, em Lisboa

Último dia da minha amada mãe em Lisboa comigo e um desejo: comer bacalhau. Como uma ordem, lá fui eu encontrar o bacalhau perfeito. Eram duas as opções, mas uma delas, surpreendentemente era do lado de casa e nem havíamos notado.

Um restaurante de bairro, pequeno, simples e com um menu diferenciado. O Ti’Ascenção, como o nome sugere, deve ser da tia de alguém, não consegui averiguar a hipótese. Mas o sabor era de uma cozinha portuguesa, com certeza. No entanto, os pratos eram mais modernos. A apresentação era contemporânea com um sotaque italiano, já que comemos arancini deliciosos na entrada.

 

 

Os pratos

Para conhecer a fundo um lugar ou restaurante, precisamos explorar ao máximo o que ele pode oferecer. Pedimos logo duas entradas: o arancini (uma espécie de bolinho de arroz italiano que eu adoro) e uma tarte de pato com marmelo caramelizado e queijo da ilha. Ambas muito boas. Mal podia esperar pelo que viria. Para acompanhar, pedimos o Castello D’Alba 2015, do Douro. Ótimo vinho.

Como pratos principais, a mãe foi no bacalhau com purê frio de grãos e tomate cereja. Eu pedi as bochechas de porco preto com purê de cherovia e cenouras. Tudo estava excelente.

Para sobremesa pedimos umas trufas de chocolate com maracujá e uma pavlova com frutos vermelhos e mousse de lima. Ambas muito boas, mas poderiam ser tão bem elaboradas quanto os pratos que estavam maravilhosos.

 

 

O bairro

A Graça é realmente, uma graça. Posso dizer com certeza pois estou a morar aqui há mais de um mês. Bairro tranquilo, mas com boas opções de restaurantes como o Pitéu e o Le Bar à Crêpes (uma creperia tradicional francesa). Além do próprio Ti’Ascenção, claro. Tem ótimas padarias, pastelarias e cafés.

E uma das melhores vistas de Lisboa, seja do alto do Miradouro da Graça ou da Nossa Senhora do Monte, um pouco mais acima e um dos pontos mais altos da cidade.

Vale um passeio a pé descendo pela encosta do Miradouro da Graça ou mesmo acompanhar os trilhos da linha do Elétrico 28. Seja a pé, ou dentro do elétrico (bonde), as descobertas estão por todo o canto. Visite a Feira da Ladra aos sábados, as inúmeras igrejas ou mesmo os museus que vão daqui até Alfama e Santa Apolónia. Como dizem, pra baixo todo santo ajuda. Então suba até a Graça, passeie pela sua parte alta, e depois desça por Alfama até chegar à Praça do Comércio. Um passeio e tanto para uma tarde qualquer.

Não deixe de passar pelos miradouros no caminho, em especial pelo de Santa Luzia e de visitar o Museu da Fundação Ricardo Espírito Santo, que serviu de palácio para a realeza portuguesa
antes e depois do grande terremoto de 1755. A construção manteve-se intacta e hoje abriga todo o cenário da época com mobílias e obras de arte.

 

 

A conta

  • Vinho Castelo D’Alba € 13.00
  • Arancini € 5.00
  • Tarte de pato € 5.00
  • Bacalhau € 13.00
  • Bochechas de porco € 14.00
  • Pavlova € 4.50
  • Trufas € 4.50

Total: € 59.00

Ti’Ascenção
Rua do Sol à Graça, n°61A, 1170-364 Lisboa

39 comentários em “Sabores incríveis do Ti’Ascenção, na Graça, em Lisboa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + 9 =